Olá!

Sou Bruna Buzatto! Muito prazer!

Esta é história de como fiz a Morningstar.

Tudo começou em 2008, quando uma amiga me apresentou às BJDs. Foi amor à primeira vista, e eu descobri que queria muito, muito mesmo colecioná-las e saber tudo sobre elas.

 

Acho que o que realmente me encantou sobre BJDs é o quanto elas são customizáveis. Até hoje minha parte favorita do hobby é ver como a mesma escultura pode ficar com um visual e uma personalidade tão diferente uma da outra, de acordo com o colecionador.

 

Mas, na época, eu ainda estava na faculdade e não tinha, digamos, recursos financeiros, por isso ficava apenas admirando as BJDs na janela do meu browser.

Foi quando tive uma idéia:

E se eu mesma esculpisse minha doll?

Comecei a pesquisar materiais e tutoriais para esculpir, fazer moldes e

replicar a doll em resina, e parti à luta para fazer a minha própria doll.

Foi um processo árduo, mas muito gratificante, pois não apenas

aprendi muito, como descobri uma nova paixão: esculpir.

O resultado final dessa jornada foi a minha primeira e muito

querida doll, chamada Sophie.

Fiquei muito contente, mas sentia que conseguia fazer uma

doll ainda melhor.

Após me formar e arranjar um emprego, finalmente consegui

comprar minha primeira BJD, que foi outra grande inspiração:

finalmente pude estudar de perto as juntas, a execução e o

acabamento de uma doll de verdade, e não apenas de fotos

no meu computador.

Então voltei à prancha de trabalho e comecei tudo de novo, mas agora mais confiante da minha capacidade.

E, após muito trabalho, a Caroline veio ao mundo.

Sophie

Caroline

Nessa época, eu já fazia parte da comunidade de BJDs, e fiz muitas novas amigas. E elas realmente gostaram da Caroline, e começaram a me incentivar a fazer uma lojinha e vender minhas criações.

Depois de muito pensar e muito pesquisar, aqui está a minha própria loja e marca de BJDs: Morningstar Dolls.

Espero que gostem!

o processo

O processo de manufatura dos dolls acontece aqui no Brasil, do começo ao fim.

Começo pondo no papel o projeto de toda a doll, para eu ter a noção do tamanho e posição de todas as peças.

 

Em seguida, esculpo tudo em paper clay, massa epóxi ou mesmo cera de esculpir, sempre testando se as peças estão encaixando direitinho. Uso primer para finalizá-las.

 

O próximo passo é fazer os moldes de silicone com duas ou mais partes para cada peça. Para garantir que os moldes não fiquem com nenhuma bolha de ar dentro deles, deixo eles curarem dentro de um tanque de pressão.

 

Com os moldes prontos, finalmente posso iniciar a replicação das peças em resina. Novamente, para evitar bolhas de ar e garantir que as peças saiam perfeitas, uso o tanque de pressão.

 

Para finalizar, lixo cada peça para dar o acabamento.